Revista Latinoamericana de Estudios sobre Cuerpos, Emociones y Sociedad, No 30 (2019)

Tamaño de la letra:  Pequeña  Mediana  Grande

Da construção social à desconstrução artística do corpo em cena Uma análise da dança do Corpornô

Anne Sophie Marie Frederique Gosselin

Resumen


A recorrência da nudez nas criações de dança contemporânea no Brasil nos coloca frente à seguinte problemática: como a produção artística do corpo em cena participa da construção social do corpo na sociedade brasileira? Este texto visa a mostrar um paradoxo: os criadores do espetáculo Corpornô, embora partam de uma concepção do corpo como símbolo do natural humano, buscam realizar uma desconstrução das representações comuns ligadas ao corpo por meio da dança. Essa concepção conflituosa do corpo visto, por um lado, como alvo de uma construção sócio-histórica a ser desconstruída e, por outro lado, como ferramenta artística de libertação individual transparece nas cenas coreografadas como também no discurso politizado dos artistas. Trata-se, então, de re-significar sociologicamente o ato artístico-político de colocar em cena bailarinos nus e erotizados, examinando com um olhar crítico a figura do artista contemporâneo, seus discursos de transgressão, seus atos políticos de “reapropriação” do corpo contra normas sociais constrangedoras. É apenas assim que se torna possível entender que esses processos, aparentemente emancipatórios, acabam reforçando o processo histórico de constituição do indivíduo moderno.


Palabras clave: Construção social do corpo, nudez, dança.


Texto completo: PDF




Esta Revista es una iniciativa de la "Red Latinoamericana de Estudios Sociales sobre las Emociones y los Cuerpos", el "Programa de Acción Colectiva y Conflicto Social” del CIECS (CONICET y UNC) y el “Grupo de Estudios sobre Sociología de las Emociones y los Cuerpos” del IIGG-UBA.

ISSN: 1852-8759 | Rondeau 467,(5000) Córdoba, Argentina.
Tel.: (54) (351) 434-1124 | E-mail: correo@relaces.com.ar


|